Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

OS 5 MITOS DO TERRORISMO

Imagem
Estamos vivendo, como diz a maldição chinesa, tempos interessantes. E assustadores. Em duas semanas, tivemos ataques terroristas em práticamente todo o globo, e me perdoem se considero a quebra das barragens no Brasil, só mais um, de tipo diferente. E, com o estimulo da mídia falada, escrita, televisada, internetificada, surtamos.

Aqui nos USA, a terra dos livres e dos fortes, os candidatos republicanos à presidência não perderam tempo em usar os acontecimentos como alavanca e, jogando lenha na fogueira, vieram a público declarar, após a perfeição da fala de Obama: "Nós não estamos bem servidos quando, em resposta a um ataque terrorista, aumentamos o medo e o pânico .Não são boas decisões se são baseadas em histeria ou num exagero dos riscos.”

Donald Trump: “Temos que rastear todos os mussulmanos nesse pais, e segui-los de perto. Também temos que considerar o fechamento de suas mesquitas.”

Ben Carson: “Os refugiados da Siria deveriam ser testados assim como testamos cães raivos…

A QUE PONTO CHEGAMOS!

Imagem
Ou DE COMO A INDÚSTRIA FARMACEUTICA VEM ALTERANDO PESQUISAS E RESULTADOS

Primeiro, a tradução do artigo, cujo original aqui pode ser visto http://www.scientificamerican.com/article/many-antidepressant-studies-found-tainted-by-pharma-company-influence/

"Depois de muitas ações judiciais e de uma resolução, em 2012, do Departamento de Justiça dos EUA, no mês passado uma revisão independente descobriu que o antidepressivo Paroxetina, não é seguro para os adolescentes. A descoberta contradiz as conclusões do julgamento da droga, que começou em 2001, que o fabricante GlaxoSmithKline tinha financiado, e em seguida, utilizado os resultados para vender a Paroxetina como sendo segura para adolescentes.

O julgamento original, conhecido como Estudo 329, é apenas um exemplo do alto nível de influência da indústria farmacêutica na investigação científica, incluindo ensaios clínicos da Food and Drug Administration, que exige financiamento das em presas farmacêuticas para avaliar seus produtos…