Google+ Badge

terça-feira, 2 de outubro de 2012

COMO DOMAR AS FORMIGAS QUE LHE ATACAM A MENTE

“O problema impossível é resolvido quando percebemos que o problema é apenas uma decisão difícil esperando para ser tomada”.Robert H. Schuller


Como vimos no post anterior, formigas (ants em inglês), são os pensamentos automáticos e negativos.

Está claro que, mesmo a mais otimista das pessoas, tem um desses, uma hora ou outra, e até aí, faz parte do estar vivo.

O problema, como em tudo, é a infestação.

Se você vê uma formiga ou outra no seu quintal, problema algum, faz parte do ecossistema. Mas, se as já citadas formigas tomam conta de seu quintal, se espalham pelo gramado, árvores e flores, você vai tomar alguma providência.

É exatamente dessas providências que vamos falar hoje.

Se a coisa não for por demais séria, pode usar o inseticida prescrito aqui.

Se for sério demais, procure ajuda profissional. Não é nenhum demérito pedir socorro quando necessário.

Nosso cérebro é uma máquina poderosa, tão poderosa que, todo o povo que faz neurociência atualmente concorda que a famosa frase de Buddha - “Somos o que
pensamos” - é fato científico, e assim, se você pensa que é gorda demais, magra demais, enrugada demais, burra demais, esquecida demais, infeliz demais, azarada demais, o que estará fazendo é incrementar a produção de hormônios do stress, que vão afetar sua saúde, seu peso, sua mente.

A boa notícia é que, se você aprendeu a ter pensamentos negativos, é porque tem capacidade para aprender, podendo, portanto, aprender novas técnicas para destruir essas “formigas” e criar novos e melhores tipos de pensamento.

A primeira coisa é fazermos um pacto conosco mesmos para NÃO ESCUTARMOS nossos pensamentos negativos.

Se fizermos isso, nossos pensamentos se transformarão em ação e essa ação transformará nosso corpo. Nosso corpo segue nossa mente, pelo simples fato de não ter qualquer escolha a respeito.

A segunda coisa é escrever o pensamento negativo quando lhe vier à cabeça, e logo na frente o inseticida que vai usar. Parece bobeira assim à primeira vista, mas funciona.

Para os amantes da tecnologia, gravar não funciona, posto que elimina o elemento visual e de repetição.

Abaixo veremos alguns exemplos de Pensamentos Negativos e o tipo de inseticida que funciona para cada um.

Sinto muito por dar uma de Churchill, e prometer sangue, suor e lágrimas, mas se a tarefa de casa não for feita, o aprendizado não acontece.

Ninguém muda na voz passiva do verbo. Mudança é, basicamente, ação. Está lá até na Bíblia: “E no princípio era o Verbo..”

O que faz.


PENSAMENTO EM PRETO E BRANCO OU TUDO OU NADA

Este é o pensamento preto-e-branco que nos leva a acreditar que tudo ou é completamente bom ou ruim.
É também o que usa palavras como sempre, nunca, ninguém, todos, o tempo todo, tudo, etc.
É a lógica distorcida que dita que, se você perder um dia na academia não tem auto-disciplina e, consequentemente, larga completamente os exercícios.

FORMICIDA A – para o caso de “tudo ou nada”.

Repita para você mesma(o): Um deslize não significa que deva desistir. Perdi hoje, com certeza vou ganhar amanhã.

FORMICIDA B – para o caso de “sempre, nunca, etc...”.

Quando pensar, por exemplo “Nunca vou conseguir perder peso!”, e começar a agir como se não tivesse controle sobre suas ações...
Repita: Nunca diga nunca de novo! (foi até nome de filme com o Sean Connery). Coloque um sinal de PROIBIDO em cima de palavras e/ou frases generalizadoras.

AUTO-ROTULAGEM OU FOCALIZAR NO NEGATIVO

É quando focalizamos no lado negativo de cada situação. Quando pensamos assim, é claro que estaremos mais inclinados a desistir do que a persistir.

FORMICIDA

Dê uma conotação positiva em tudo o que puder para elevar o humor, tipo, se acordou hoje, está viva(o)!
Minha preferida é botar a Nona de Beethoven a todo o volume e dirigir a orquestra e o coro com o zêlo e furor de um Herbert Von Karajan. Depois que descobri que também é a dica preferida do Robert Fulghrum para baixo astral, me senti um gênio.clique aqui

PENSAR COM OS SENTIMENTOS

É quando se acredita que o que se sente é verdade absoluta, sem questionamentos.

FORMICIDA

Pense racionalmente. Procure as evidências contra e a favor de seu ponto de vista. Visite Santo Google ou a Biblioteca mais próxima,ou o que lhe aprouver, mas pesquise.

CULPAR-SE ou PALAVRAS COMO “DEVO, PRECISO”

Culparmos-nos pelos males do universo só faz com que os sentimentos de “culpa” aumentem dentro de nós, controlando nosso comportamento.

FORMICIDA

Banir os sentimentos de culpa. Em qualquer situação, faça o melhor que puder, mas não prejudique sua saúde tentando ser “perfeita(o)”. Use as palavras “devo, devem”, só em caso de dívidas.

AUTO-ROTULAGEM – ROTULAR EM GERAL


Quando somos dados a nos proporcionar rótulos, como se fossemos mercadoria, e quando esses rótulos são negativos (tipo: “Não consigo fazer nada direito, sou um fracasso!”), o que estamos fazendo na realidade, é jogando no lixo nosso próprio controle sobre nossas ações, e o passo seguinte é acreditar nos rótulos que nos proporcionamos. A figura mental que tenho disso é a de marcar gado a ferro e fogo (admito, sou italiana, chegada numa ópera e com imaginação assaz vívida). O ser marcado é uma atitude passiva, derrotista, que nos presenteia com a tendência a desistir facilmente.

FORMICIDA

Evite rótulos e rotulações. No caso de já ter se rotulado muito, comece a mudar os rótulos, até apagá-los ou fazê-los positivos. Ex: “Não sou um fracasso” – depois vai para – “Olha só quantas vezes acerto!”, e finalmente: “Sou um vencedor”.

FORMIGAS DA FAMÍLIA DAS SAÚVAS – ALTAMENTE DESTRUTIVAS

CARTOMANCIA ou PREVENDO O PIOR

Prevendo o pior resultado possível em qualquer situação. Sofrendo por antecipação.
Quando nos estressamos, e principalmente quando esse estresse não é factual, mas contínuo, posto que está dentro de nossa cabeça, o que fazemos é deprimir nosso sistema imunológico e aumentar em muito nossas chances de adoecer. Em outros post falarei das consequências físicas do estresse crônico.

FORMICIDA

Pergunte-se onde foi que você aprendeu a predizer o futuro. Nem você, nem ninguém sabe do futuro. Quando sabemos, deixou de ser futuro e passou a ser passado. Já notou que todas as previsões só aparecem DEPOIS de um fato acontecido? E aí lá vão os “espertos” na área tentar encaixar a coisa em Nostradamus, os Maias (aliás, essa me diverte muito, pois considerando que a civilização deles sumiu, quer me parecer que não foram muito bons nessa área de predição, não é?), ou seja lá quem esteja na mídia no momento. O fato simples é que não sabemos do futuro. Então vá ser feliz agora e pare com o stress. Já cantava Doris Day: “que será, será…”clique aqui

LEITURA DA MENTE

Achar que sabe o que os outros estão pensando ou sentindo, mesmo que não tenham dito nada.
“Ela tá me olhando com um olhar! Sei que está achando que estou gorda demais!”

FORMICIDA

Apenas um fato simplérrimo: Ninguém sabe o que outrém está pensando. Se alguém está nos olhando, não significa que esteja nos julgando, e se estiver, é puro problema do julgante, e não nosso.

ACHAR CULPADOS

Está na mesma linha de culpar-se, com a única diferença que, quando culpamos a outrém, ou ao mundo por nossos problemas, nos tornamos vítimas, e às vezes o se sentir vitimizado se torna tão confortável que vira vício.

FORMICIDA

Repita: Eu sou responsável pelos meus atos… eu sou responsável por minha vida… eu sou responsável….


FORMICIDA DE USO AMPLO, GERAL E IRRESTRITO:

Escreva qual é sua infestação favorita, por exemplo: “Ó céus, estou cheia de rugas, velha, horrível!”.
Depois, se faça,e obviamente responda, às seguintes perguntas:

a)Isso é fato?
Resposta: Sim, tenho rugas.

b)Como me sinto a esse respeito?
Resposta: Feia e velha

c)Como seria e me sentiria sem as rugas?
Resposta: Linda, jovem, maravilhosa, com mais contrôle sobre minha aparência.

d)Agora pega o problema e vê se dá pra fazer algo a respeito, pôsto que voltar no tempo é impossível (por enquanto). Posso fazer algo a esse respeito? O quê?

Resposta: Posso usar protetor solar, dormir melhor, me alimentar de forma mais adequada, parar de fumar, diminuir consumo de álcool e doces, usar um creme à noite (estou só dando exemplos que não sou dermatologista).

Viu? É só procurar que se encontra a saída.

Resumindo tudo, é o seguinte:

Tome a decisão de se tornar quem você quer ser.

Viva cercado de pessoas positivas

Recuse-se a aceitar comentários negativos que você acha que não merece.

Mude sua forma de falar. Por exemplo, ao invés de dizer “eu deveria
arrumar a casa”, diga “eu vou arrumar a casa”.

Pense com sua própria cabeça (este é o título do próximo post).

Use sua iniciativa e não fique esperando pelos outros para fazer as coisas.

Então vá lá… viver bem com você mesma(o) é mais do que possível, é ótimo.

“Tenho observado que pessoas realizadas raramente sentam-se e deixam que as coisas aconteçam. Elas vão lá e acontecem às coisas.” Leonardo Da Vinci.



0 comentários:

Postar um comentário