Google+ Badge

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O PSICOPATA MORA AO LADO


Continuando com os mitos na area psi, vamos ao mito do psicopata como sinônimo de psicótico.

Psicopatia é um distúrbio da personalidade caracterizado por :
Fanfarronice e charme superficial; Falta de empatia; Decisões tomadas sempre em
interesse próprio, mesmo quando isso é eticamente questionável; Mentiras crônicas;
Falta de remorso; Falta de responsabilidade pelas próprias ações, sempre culpando
outrem; Emoções de pouca profundidade; Foco na auto gratificação às expensas dos
outros; Comportamento do tipo levar vantagem em tudo; Manipulação.

Usualmente o psicopata tem QI mais alto que a média da população,e é o“ponto
cego” da psiquiatria e psicoterapias em geral, pelo simples fato de que, nas raras
ocasiões em que procura qualquer tratamento psi, é por estar “deprimido” por algum
choque em seu narcisismo, abandonando o tratamento tão logo o terapeuta o ajude a
inflar novamente seu ego.

O termo “psicopata” não é usado em psiquiatria ou psicologia (que utiliza a terminologia“Distúrbio Antisocial da Personalidade”), mas é amplamente usado em Criminologia,Direito, mídia de qualquer tipo e público leigo, os quais (todos os anteriormente citados)em geral, confundem psicopata com psicótico, embora psicopatas raramente sejam psicóticos.

Usualmente, para determinação de psicopatia, usa-se a Lista de Verificação de Psicopatia de Hare (PCL- R), onde há 20 itens em 4 facetas que são:1- Interpessoal; 2-Afetivo; 3-Estilo de Vida; 4-Antissocial.

Pelo fato dos resultados desse teste causarem consequências sérias na vida de uma pessoa, deve ser aplicado por clínicos especializados em situações controladas, e por essa razão não coloquei aqui o teste inteiro, nem como é feito, só uma ideia geral.

Há também o Inventário de Personalidade Psicopática (PPI), o Inventário Multifásico de Personalidade de Minesota (MMPI) - meu preferido, e não só para psicopatia - o Inventário Psicológico da California (CPI),e outros menos cotados.

Coloquei toda essa informação para continuar clareando o mito de que não há testes aplicáveis em psiquiatria.

Ainda não sabemos o que causa a psicopatia, mas o que se sabe até o momento é que
a genética é responsável por 50% do problema, o resto é o ambiente.

Estudos neurológicos e sociais demonstraram que:

1-Psicopatas não têm as mesmas respostas fisiológicas ao medo, como a maioria das
pessoas, tais como taquicardia, sudorese, boca seca, tremores e tensão muscular.

2-Psicopatas quase não têm respostas fisiológicas a palavras de alto conteúdo emocional como “amor” e “morte”, o que sugere que eles processam estímulos emocionais
de formas diferentes.

3-No caso de irmãos gêmeos,se um é psicopata,o outro tem muito mais chances de
também sê-lo do que a população em geral.

3-Estudos com crianças adotadas indicam que as crianças podem herdar traços
psicopáticos de um pai psicopata, mesmo quando são criados por pais diferentes.

4-Foram achadas formações e neurotransmissores diferentes em cérebros de
psicopatas.

5-Abuso não causa psicopatia, mas pode moldar a forma de como o distúrbio se
manifesta. Assim, psicopatas criados em familias amorosas e estimulantes, acabam
por se tornar, por exemplo, empresários desonestos(o filme “Wall Street” é um exemplo perfeito),um “Don Juan” ou um criminoso não violento (me vem à mente o seriado “White Colar”) enquanto outro, criado num lar violento e/ou negligente, torna-se criminoso violento (os da minha geração devem se lembrar do Charles Manson,
aquele que destripou a Sharon Tate grávida de 8 meses - a história de vida dessa criatura é um filme de terror. Filho não desejado de mãe prostituta juvenil, nunca teve um lar, nunca soube quem era seu pai, nunca conseguiu ir consistentemente a uma escola).

6-Algumas culturas tem muito mais psicopatas do que outras. Nos EUA, onde prevalece
individualismo e auto promoção, temos estimados 4% de psicopatas na população e
75% de todos os criminosos em séries do mundo, enquanto no Japão, onde há a ética
da conexão social e responsabilidade pessoal, a estimativa de existencia de psicopatas é de 0,03 a 0,14%.

Como há psicopatas em toda e qualquer cultura, acredita-se que nasce o mesmo
número de psicopatas em todo lugar, mas, em alguns lugares, as manifestações do
comportamento psicopático são fortemente desencorajadas, enquanto que em outros
são encorajadas, isto é, há grandes chances de um psicopata se dar bem nos EUA e não no Japão.

7-Psicopatas são notoriamente irresponsáveis quanto a controle de natalidade, seguindo a segunda lei da seleção natural, isto é, tendo o maior número de filhos
possivel e não cuidando deles, mas pela força dos números alguns sobreviverão(fator K da natureza:o animal tem maior número de filhotes quanto menores são as chances de sobrevivência).


8-Psicopatas tendem a ser sexualmente promiscuos, abandonando amantes e família
regularmente na busca de nova conquista.

9-Alguns indivíduos que sofreram traumatismo cerebral na área frontal, tendem a exibir comportamentos psicopáticos,tais como dificuldade de planejameno a longo prazo,agressividade, falta de controle dos impulsos, baixa tolerância à frustrações e
impulsividade.

E, apesar disso tudo, por eles somos todos incrívelmente fascinados.

No proximo post, veremos psicopatas de filme e alguns da vida real.

















0 comentários:

Postar um comentário